Cancro com humor_ Geral

É preciso ser alegre para se sobreviver quando se está triste.

Cada vez mais tenho consciência disto: a alegria é um estado de espírito ousado. Existe preconceito em relação aos alegres porque duvidamos deles – ou está a fingir (“quem é que sorri só por andar na rua?”) ou é rico (“ah, se eu tivesse tudo também sorria assim!”), ou é uma defesa que o ajuda a lidar com os seus próprios dramas (“tem de ter algum problema escondido”).

Ser alegre, nos dias de hoje, é para os corajosos mas não é só isso. A cara fechada dá outra credibilidade, não é? Até quando renovamos o Cartão de Cidadão nos impedem de sorrir e as modelos desfilam, quase zangadas e fotografam com uma generalizada apatia como se fosse mais sexy mostrar desprezo pelo mundo na passadeira vermelha. Grandes sorrisos trazem grandes desconfianças, espelhando a nossa vulnerabilidade – se sorris mostras demasiado de ti e o Instagram pode estar cheio de fotos em tronco nu e de rabos na piscina mas o sorriso, o sorriso é tabu.

Parece que acreditamos que a tristeza mostra inteligência – como ser alegre se o mundo está à beira duma guerra nuclear, se o Trump faz discursos de ódio, se as fronteiras separam as famílias, se as desgraças naturais despoletam a cólera? Será que os alegres não estão atentos às notícias? Não querem saber? Parece que acreditamos que a alegria é estupidez, desinteresse, burrice.

Não. A alegria é ousadia. Quanto à tristeza? É um vírus. A tristeza desencadeia depressões e a depressão convida a novas tragédias. A tristeza é o novo cancro moderno que afeta milhões de pessoas todos os dias. E a alegria que salva e contagia, é o maior ato de coragem, é o medicamento que depois se toma à pressa mas às vezes a tristeza que é doença, já está demasiada alastrada.

É preciso ser alegre para se sobreviver quando se está triste.

Ser alegre todos os dias. Isso é desafiador. Buscar em nós vontade, riso e trazê-lo cá para onde os outros habitam é poderoso. Não podemos maldizer da alegria. Não podemos criticar os alegres. Precisamos deles. Precisamos da alegria antes da tristeza e da alegria quando se está já triste também.

É preciso ser alegre para se sobreviver quando se está triste.

55698634_2201071656616993_4769980736088309760_o

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s